Blog

Três maneiras de derrotar o Zoom Doom

As reuniões on-line são imprescindíveis para o gerenciamento de equipes globais remotas, e se tornaram uma ferramenta vital na novo normal. Entretanto, elas também são a fonte do Zoom Doom, um novo desafio que os funcionários remotos atualmente enfrentam.    

O Zoom Doom é causado pelo excesso de reuniões on-line, o que deixa as pessoas se sentindo cansadas, drenadas e, em alguns casos, com dores físicas. Ele está emergindo rapidamente como o perigo número 1 dos profissionais remotos este ano.

Os desafios das reuniões on-line são destacados no livro Aumente o poder do seu cérebro: 12 regras para uma vida saudável, ativa e produtiva, de John Medina. Ele explica que precisamos tratar as reuniões on-line de maneira diferente porque elas não são totalmente capazes de recriar a vida real. Precisamos ser inteligentes na forma como as usamos. 

“Em um mundo virtual você não tem a ajuda do ambiente para aliviar o tédio, então você precisa criar um conteúdo que se mova rapidamente e tenha ritmo; e dividir longas reuniões em séries de reuniões mais curtas”. Aumente o poder do seu cérebro: 12 regras para uma vida saudável, ativa e produtiva, de John Medina.

E os evangelizadores do trabalho remoto concordam. O CEO da Basecamp, e autor de Remote: Escritório Pra Quê?, Jason Fried, diz que o maior erro que as pessoas cometem quando mudam para o trabalho remoto é tentar replicar a experiência do escritório, especialmente quando se trata de reuniões. Na verdade, ele diz que deveríamos ir na direção oposta. 

“Fazer videoconferências durante todo o dia é a direção totalmente errada. A beleza do trabalho remoto é a oportunidade de melhorar a maneira de trabalhar, de reduzir o número de reuniões, de reduzir o número de pessoas que precisam estar envolvidas em qualquer decisão, de reduzir a necessidade de FaceTime constantemente”.

“A verdadeira oportunidade do trabalho remoto é abraçar sua vantagem. Não se trata apenas de trabalhar remotamente e simular o que é trabalhar localmente”.

Nós acreditamos nesta atitude. Projetar programas de aprendizagem à distância requer uma abordagem muito mais cuidadosa do que simplesmente recriar aulas em sala de aula on-line.

E nossa experiência na criação de sessões em sala de aula virtual nos ajudou a melhorar nossas próprias reuniões on-line à medida que evoluímos para uma força de trabalho global remota.

KISS – Keep It Short Stupid (seja breve e simples)

Como Medina ressaltou, nossos cérebros não estão ligados para se concentrar tanto tempo online quanto presencialmente. Portanto, não tente recriar aquelas reuniões de um dia inteiro ou mesmo de meio dia que você tinha no escritório. 

Nos últimos 10 anos, descobrimos que 60-90 minutos são a duração ideal para sessões de treinamento presencial on-line. Tempo suficiente para alcançar algo substancial sem perder a atenção ou causar fadiga.

Planeje a cada minuto

Além de manter as sessões curtas, nós as estruturamos deliberadamente em fases específicas. Como explica Medina, esta mudança de ritmo e atividade ajuda a fornecer foco e manter a atenção.

Em uma sessão de 60 minutos nossos instrutores seguem um formato comprovado de atividades de 10 minutos, passando por aquecimento, aquisição de tópicos, aplicação orientada, aplicação independente, ativação e feedback.

Descobrimos que as reuniões on-line se beneficiam de uma abordagem semelhante. Elas são estruturadas para garantir uma variedade de conteúdos, apresentadores e participantes. Como em nossas sessões de treinamento, isto mantém a atenção e o engajamento em alta.

Desenvolver comunicações integradas

Learnship Sprint é nosso produto de aprendizagem integrada de última geração que combate o Zoom Doom sem comprometer as metas de aprendizagem. Ele foi concebido para acelerar o aprendizado, enquanto reduz o tempo da sala de aula virtual a fim de proporcionar uma experiência mais flexível para os alunos.

A aprendizagem integrada significa uma combinação perfeita de aprendizagem em ritmo próprio e sessões em sala de aula virtual. O auto-aprendizado é a preparação para a sessão de 60 minutos conduzida pelo treinador, para maximizar o valor do tempo gasto em aula. 

Esta abordagem combinada também pode melhorar a comunicação entre equipes globais remotas. Prepare comunicações centrais, como relatórios escritos, com antecedência, para que os membros da equipe possam ler em seu próprio tempo. Em seguida, utilize o precioso tempo de reunião em discussões colaborativas e desenvolvimento de idéias. 

A Learnship ajuda as equipes globais remotas a atacar divergências culturais e capturar seus dividendos de diversidade, melhorando a fluência no idioma comercial, a inteligência intercultural e as habilidades de comunicação pessoal dos alunos.

Learnship Sprint wins Brandon Hall Award